CONCURSO FACAPE-PETROLINA

CONCURSO FACAPE-PETROLINA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PETROLINA

AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - AEVSF

FACULDADE DE CIÊNCIA APLICADAS E SOCIAIS DE PETROLINA - FACAPE

EDITAL 01- ADMS

Notícia Relacionada: Abertas 23 vagas técnico-administrativas na Facape

Concurso Público para cargos administrativos e técnicos de nível médio e superior do quadro efetivo da Autarquia Educacional do Vale do São Francisco.

O Presidente da AEVSF - AUTARQUIA EDUCACIONAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO, mantenedora da FACAPE - FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS E SOCIAIS DE PETROLINA, no uso de suas atribuições legais e com base no disposto no Decreto nº 230 de 28/10/2011 do prefeito do município de Petrolina e no art. 37 da Constituição Federal de 1988, torna pública a realização de concurso público de provas para provimento de 23 (vinte e três) vagas dos seguintes cargos de nível médio: 12 (doze) vagas para o cargo de Auxiliar Administrativo e 03 (três) vagas para o cargo Técnico Manutenção em Informática; e para os seguintes cargos de nível superior: 02 (duas) vagas para o cargo Administrador, 01 (uma) vaga para o cargo Bibliotecário, 01 (uma) vaga para o cargo Contador, 02 (duas) vagas para o cargo Programador, e 02 (duas) vagas para o cargo de Secretário Geral, todos do quadro efetivo de pessoal, e para a formação de cadastro de reserva, de acordo com o disposto neste edital.

AVISOS IMPORTANTES

- LEIA atentamente o Edital antes de fazer sua inscrição para se informar de todas as normas que regem o concurso.

- NÃO leve para o local de realização das provas TELEFONE CELULAR e/ou demais aparelhos eletrônicos. Não será permitida a entrada no prédio de realização das provas com esses aparelhos, sob pena da imediata eliminação do candidato.

- Não esqueça de levar no dia da prova um documento de identificação com foto, assim como seu Cartão de Inscrição e caneta esferográfica de tinta azul ou preta com tubo transparente.

- Providencie com antecedência todos os documentos exigidos neste edital para o cumprimento de todas as fases do concurso.

- Fique atento ao Cronograma de Atividades constante neste edital para não perder os prazos, sobretudo datas e horários de provas e resultados.

- Após sua inscrição, aguarde o prazo para imprimir seu Cartão de Inscrição.

- É de inteira responsabilidade do candidato o acompanhamento de todas as informações referentes ao presente concurso. As alterações dos editais e de datas se ocorrer, os resultados e quaisquer outras informações, serão publicadas no site da FACAPE, www.facape.br.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O Concurso Público será regido pelo presente Edital e realizado em duas ou mais etapas conforme previstas neste Edital, de acordo com as exigências para cada cargo.

1.2 A primeira etapa para todos os cargos será realizada através de provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório, composta de questões de múltipla escolha, de acordo com o conteúdo programático indicado neste Edital.

1.3 A segunda etapa para todos os cargos terá caráter eliminatório e classificatório e será composta por uma dissertação acerca de um tema proposto no caderno de prova, devendo o candidato desenvolver um texto de 20 a 30 linhas.

1.4 A terceira etapa para o cargo de Técnico Manutenção em Informática e para o cargo de Programador será uma prova prática de caráter eliminatório.

1.5 Antes de iniciar a inscrição, o candidato deverá ler este manual para tomar conhecimento das normas que regem o presente concurso e observar rigorosamente o calendário de eventos constante neste Edital. A inobservância das normas estabelecidas neste Edital implica na eliminação do candidato.

1.6 A jornada de trabalho para todos os cargos será de 30 horas semanais e o regime jurídico dos referidos cargos é estatutário, obedecendo ao disposto na Lei Municipal nº 301/1991.

1.7 ATENÇÃO! NÃO será permitida a entrada de candidatos NO PRÉDIO de realização das provas com telefone celular (mesmo que desligado ou sem bateria), MP 3 ou similares, máquinas calculadoras ou similares, agendas eletrônicas, livros, anotações, impressos, computadores, como também outros aparelhos eletrônicos como BIP, walkman, gravador, máquina fotográfica, dentre outros. O CANDIDATO QUE FOR FLAGRADO COM QUALQUER DESTES APARELHOS SERÁ IMEDIATAMENTE ELIMINADO DO CONCURSO.

2. DAS INFORMAÇÕES GERAIS

2.1 Período para inscrição: 20/01/2012 a 23/02/2012

2.2 Valor da inscrição: R$ 100,00 (cem reais) para os cargos de nível superior

R$ 65,00 (sessenta e cinco reais) para os cargos de nível médio

2.3 Condições para inscrição:

a) Ser brasileiro nato, naturalizado ou, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do parágrafo primeiro do artigo 12 da Constituição Federal;

b) Ter idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos, na data de posse;

c) Ser eleitor e estar quite com as obrigações eleitorais;

d) Estar quite com as obrigações militares, no caso de candidato do sexo masculino;

e) Ter nível de escolaridade e formação compatível com a exigência para o cargo.

2.4 A escolaridade mínima e área do conhecimento exigida para os cargos, o número total de vagas e a remuneração são os dispostos na tabela abaixo:

Nº de vagas, remuneração base, escolaridade

Cargo

Remuneração base

Vagas Ampla Concorrência

Vagas para pessoas com deficiência

Escolaridade e área do conhecimento

Auxiliar Administrativo

R$ 799,91

11

01

Médio completo

Técnico Manutenção em Informática

R$ 1.162,50

03

-

Curso técnico completo na área de informática ou curso superior completo na área de informática.

Administrador

R$ 2.121,67

02

-

Superior completo - Bacharel em Administração

Bibliotecário

R$ 2.121,67

01

-

Superior completo - Bacharel em Biblioteconomia

Contador

R$ 2.121,67

01

-

Superior completo - Bacharel em Ciência Contábeis

Programador

R$ 1.838,37

02

-

Superior completo na área de informática

Secretário geral

R$ 2.121,67

02

-

Superior completo - Bacharel em Secretariado Executivo

Total de vagas

22

01

 

2.5 Ao salário base descrito na tabela do item anterior, poderão ser acrescidas as vantagens legalmente previstas, para cada cargo.

2.6 A escolaridade exigida para cada cargo deverá ser comprovada em entidade reconhecida pelo MEC.

2.7 Para os cargos de Administrador, Contador, Bibliotecário será exigido respectivo registro no órgão de classe no ato da posse.

3. DA PRIMEIRA ETAPA PARA TODOS OS CARGOS

3.1 A primeira etapa para todos os cargos terá caráter classificatório e eliminatório e será constituída de uma PROVA OBJETIVA com 50 (cinquenta) questões do tipo múltipla escolha, cada uma com 5 (cinco) alternativas indicadas pelas letras de 'A' a 'E' das quais somente uma corresponderá à resposta certa para a questão, devendo o candidato marcar na FOLHA DE RESPOSTA, com caneta esferográfica azul ou preta, a letra correspondente à alternativa que julgar correta.

3.2 As questões das provas objetivas serão entregues em um único Caderno de Provas e versarão sobre as disciplinas relacionadas nas tabelas abaixo, de acordo com o respectivo cargo, cujos conteúdos estão descritos nos anexos deste Edital.

Cargo

Disciplinas

N° de questões

Pontuação Máxima

Auxiliar Administrativo

D1 - Português

10

20

D2 - Direito Administrativo

10

20

D3 - Direito Constitucional

10

20

D4 - Matemática

10

20

D5 - Informática

10

20

total

50

100

 

Cargo

Disciplinas

N° de questões

Pontuação Máxima

Técnico Manutenção em
Informática

D1 - Português

10

20

D2 - Manutenção de computadores

40

80

total

50

100

 

Cargo

Disciplinas

N° de questões

Pontuação Máxima

Administrador

D1 - Português

10

20

D2 - Administração e Finanças Públicas

10

20

D3 - Controladoria

10

20

D4 - Gestão de Pessoas

10

20

D5 - Direito Constitucional e Administrativo

10

20

total

50

100

 

Cargo

Disciplinas

N° de questões

Pontuação Máxima

Bibliotecário

D1 - Português

10

20

D2 - Conhecimentos específicos

30

60

D3 - Informática

10

20

total

50

100

 

Cargo

Disciplinas

N° de questões

Pontuação Máxima

Contador

D1 - Português

10

20

D2 - Contabilidade

10

20

D3 - Controladoria

10

20

D4 - Administração e

Finanças Públicas

10

20

D5 - Direito Constitucional e Administrativo

10

20

total

50

100

 

Cargo

Disciplinas

N° de questões

Pontuação
Máxima

Programador

D1 - Português

10

20

D2 - Programação de computadores

40

80

total

50

100

 

Cargo

Disciplinas

N° de questões

Pontuação Máxima

Secretário
geral

D1 - Português

10

20

D2 - Conhecimentos Específicos

30

60

D4 - Informática

10

20

total

50

100

3.3 Os argumentos para atribuição da pontuação total obtida pelo candidato na prova objetiva obedecerão à fórmula a seguir: PT = 2 x (nº de questões certas em cada disciplina).

3.4 Não concorrerá à classificação o candidato que obtiver um número de acertos inferior a 50% do número total de questões da 1ª etapa, ou obtiver pontuação 0 (zero) na prova de qualquer uma das disciplinas.

3.5 Na hipótese de igualdade de nota na prova objetiva, para fins de classificação, serão adotados sucessivamente os seguintes critérios de desempate:

a) Terá preferência o candidato com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, na forma do disposto no parágrafo único do art. 27 da Lei n. 10.741/2003 (Estatuto do Idoso).

b) Persistindo o empate, o desempate beneficiará o candidato que obtiver o maior número de pontos sucessivamente nas disciplinas D1, D2, D3 etc, de suas respectivas provas.

c) Persistindo, ainda, o empate, o desempate beneficiará o candidato de maior idade.

3.6 As provas objetivas (1ª etapa) e a redação (2ª etapa) serão realizadas de acordo com o seguinte cronograma:

- Local: FACAPE - Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina. A FACAPE poderá definir outros locais para aplicação da prova objetiva o que, se ocorrer, será divulgado no site da FACAPE e no Cartão de Inscrição do candidato.

- Data da prova objetiva e redação para todos os cargos: 04 de março de 2012 - Horários:

7h: Abertura dos portões;

8h: Fechamento dos portões;

8h 15min: Início das provas;

09h 15min: Hora a partir da qual o candidato poderá ausentar-se temporariamente da sala de aula acompanhado por fiscal;

11h 15min: Hora a partir da qual o candidato poderá ausentar-se definitivamente do local de provas levando o caderno de provas;

12h 45 min: Encerramento das provas (objetiva e redação)

3.7 Os horários referidos no item anterior poderão sofrer ajustes a critério da comissão organizadora, quando for necessário fazer adequações para melhor desenvolver os trabalhos de aplicação das provas.

3.8 É terminantemente proibida a entrada de candidatos NO PRÉDIO de realização das provas que descumpram o disposto no item 1.7 deste Edital.

4. DA 2ª ETAPA PARA TODOS OS CARGOS

4.1 A segunda etapa para todos os cargos terá caráter classificatório e eliminatório, será composta por uma dissertação acerca de um tema proposto no caderno de prova, devendo o candidato desenvolver um texto de 20 a 30 linhas.

4.2 Somente serão considerados para efeitos de classificação para a 2ª etapa os candidatos que obtiverem na 1ª etapa - prova objetiva - nota igual ou superior a 50% da pontuação total da prova em suas respectivas áreas de concorrência. Assim, somente serão corrigidas as dissertações (prova subjetiva - 2ª etapa) dos candidatos nessa condição.

4.3 A prova subjetiva será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) e para sua correção serão levados em consideração os aspectos gramaticais, a coesão e coerência do texto produzido.

4.4 Não concorrerá à classificação na segunda etapa o candidato que obtiver uma pontuação inferior a 50 (cinquenta) pontos em sua produção textual, sendo portanto desclassificado do concurso.

4.5 A redação será manuscrita pelos candidatos em folha padronizada na qual não constará qualquer identificação nominal dos candidatos, identificando-os apenas por uma sequência numérica. A folha padronizada de redação não poderá ser assinada pelos candidatos nem poderá conter qualquer outro elemento ou sinal que possibilite sua identificação.

4.6 Não haverá recurso quanto ao resultado atribuído para as redações.

4.7 A nota obtida na 1ª etapa - prova objetiva, será somada à nota da 2ª etapa - redação, obtendo-se a classificação final dos candidatos, exceto para os cargos que terão 3ª etapa - Técnico Manutenção em Informática e Programador.

5. DA 3ª ETAPA PARA O CARGO DE TÉCNICO MANUTENÇÃO EM INFORMÁTICA

5.1 A terceira etapa para o cargo de Técnico Manutenção em Informática será uma prova prática de caráter eliminatório.

5.2 Constará de resolução de problemas propostos pela comissão avaliadora igualmente a todos os candidatos e terá duração de 4 (quatro) horas.

5.3 Será disponibilizado um computador para cada candidato para o desenvolvimento da prova prática.

5.4 A prova prática poderá ser realizada em apenas um ou em mais de um local previamente definido pela comissão avaliadora.

5.5 A data, local, horário e demais informações referente à prova prática serão divulgados por ocasião da convocação dos candidatos.

5.6 Somente serão considerados para efeitos de classificação para a 3ª etapa os candidatos que obtiverem a pontuação mínima exigida nas etapas anteriores.

5.7 A prova prática será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) de acordo com a complexidade das atividades propostas.

5.8 Não concorrerá à classificação na terceira etapa o candidato que obtiver uma pontuação inferior a 50 (cinquenta) pontos, sendo portanto desclassificado do concurso.

5.9 A nota obtida na 1ª etapa - prova objetiva, será somada às notas da 2ª etapa - redação e da 3ª etapa - prova prática, obtendo-se a classificação final dos candidatos.

5.10 Após a conclusão da prova prática será divulgada a classificação final dos candidatos que será estabelecida pela ordem decrescente da respectiva pontuação final obtida.

6. DA 3ª ETAPA PARA O CARGO DE PROGRAMADOR

6.1 A terceira etapa para o cargo de Programador será uma prova prática de caráter eliminatório.

6.2 Constará do desenvolvimento de um programa e proposto pela comissão avaliadora igualmente a todos os candidatos e terá duração de 4 (quatro) horas.

6.3 Será disponibilizado um computador para cada candidato para o desenvolvimento da prova prática com Sistema Operacional Windows XP instalado.

6.4 A prova prática poderá ser realizada em apenas um ou em mais de um local previamente definido pela comissão avaliadora.

6.5 A data, local, horário e demais informações referente à prova prática serão divulgados por ocasião da convocação dos candidatos.

6.6 Somente serão considerados para efeitos de classificação para a 3ª etapa os candidatos que obtiverem a pontuação mínima exigida nas etapas anteriores.

6.7 A prova prática será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) de acordo com a complexidade das atividades propostas.

6.8 Não concorrerá à classificação na terceira etapa o candidato que obtiver uma pontuação inferior a 50 (cinquenta) pontos, sendo portanto desclassificado do concurso.

6.9 A nota obtida na 1ª etapa - prova objetiva, será somada às notas da 2ª etapa - redação e da 3ª etapa - prova prática, obtendo-se a classificação final dos candidatos.

6.10 Após a conclusão da prova prática será divulgada a classificação final dos candidatos que será estabelecida pela ordem decrescente da respectiva pontuação final.

7. DAS VAGAS PARA DEFICIENTES FÍSICOS

7.1 Das vagas estabelecidas neste Edital para o cargo de Auxiliar Administrativo estão sendo destinadas 3%, com arredondamentos, que serão destinadas a pessoas com deficiência compatível com o cargo, em obediência ao disposto no art. 97, inciso VI, alínea "a" da Constituição Estadual de Pernambuco.

7.2 Para concorrer a uma dessas vagas, o candidato deverá:

a) No ato da inscrição declarar-se portador de deficiência e descrever as condições especiais que necessitará no ato de realização da prova.

b) Encaminhar o Laudo Médico emitido nos últimos doze meses atestando a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência à classificação correspondente do Código Internacional de Doença - CID, observando o prazo previsto no calendário de evento de seu respectivo cargo. Os Laudos deverão se encaminhados para a FACAPE, situada no Campus Universitário, s/n, Vila Eduardo, aos Cuidados da Comissão do Concurso.

c) Os Laudos Médicos serão submetidos a uma perícia realizada por junta médica do município. O candidato que tiver seu laudo médico rejeitado não poderá concorrer como portador de deficiência.

7.3 A inobservância ao disposto neste capítulo acarretará a perda do direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos em tal condição e o não atendimento às condições especiais necessárias, além da migração do candidato para a ampla concorrência.

7.4 Não havendo demanda de candidatos, a reserva de vagas de que trata este item serão ocupadas pelos candidatos da ampla concorrência, observando-se rigorosamente a ordem de classificação.

7.5 Serão consideradas deficiências somente aquelas conceituadas na medicina especializada, de acordo com os padrões mundialmente estabelecidos, e que se enquadrem nas categorias descritas no art. 4º do Decreto Federal nº 3.298/99.

7.6 O candidato portador de deficiência participará deste concurso em igualdade de condições aos demais candidatos, no que se referem ao conteúdo das provas, critérios de aprovação, data, horário de início, local de aplicação e nota mínima exigida.

7.7 Os candidatos que apresentarem requerimento nos termos deste Edital submeter-se-ão, quando convocados, à avaliação de equipe multiprofissional que terá a decisão terminativa sobre: a) a qualificação do candidato como deficiente ou não e b) o grau de deficiência, capacitante ou não para o exercício do cargo.

7.8 As solicitações de condições especiais serão atendidas obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade.

7.9 Se a qualquer tempo for constatado que o candidato não preenche os requisitos que o classificam como candidato com deficiência, ou sendo sua deficiência considerada incompatível com o cargo pretendido, será desclassificado e eliminado do concurso.

7.10 Não haverá, inicialmente, destinação de vagas para os demais cargos em razão do quantitativo de vagas existentes.

7.11 Quando da divulgação dos resultados do concurso serão publicadas duas listas contendo a primeira, a classificação de todos os candidatos, inclusive, a dos portadores de deficiência, e a segunda, somente a classificação destes últimos.

8. DAS INSCRIÇÕES

O manual do candidato estará disponível no site www.facape.br. Consulte-o SEMPRE para esclarecimentos.

8.1 VIA INTERNET: O candidato fará sua inscrição via internet, através do endereço eletrônico www.facape.br, a partir das 20 h do dia 20 de janeiro de 2012 até às 20 h do dia 23 de fevereiro de 2012.

8.2 Ao acessar o programa, o candidato será orientado, detalhadamente, sobre todos os passos que deverão ser seguidos rigorosamente. Ao concluir a digitação dos dados será impresso boleto bancário referente à taxa de inscrição a ser pago na Tesouraria da AEVSF/FACAPE ou na rede bancária até a data de vencimento indicada no referido boleto. Somente após o pagamento do boleto bancário será considerado concluído o processo de inscrição.

8.3 Em nenhuma hipótese haverá devolução dos valores pagos para inscrição.

8.4 As informações prestadas no formulário eletrônico de inscrição são de inteira responsabilidade do candidato, não cabendo reclamações quanto à digitação de dados incorretos ou incompletos.

8.5 Para efetuar a inscrição, é indispensável o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF).

8.6 Antes de efetuar a inscrição, o candidato deve se certificar que preenche todos os requisitos exigidos para a investidura no cargo pretendido.

8.7 A inscrição no Concurso Público implica, desde logo, o conhecimento e tácita aceitação pelo candidato de todas as condições estabelecidas no presente Edital.

8.8 A AEVSF/ FACAPE não se responsabilizará por inscrições não recebidas por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação e/ou outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

8.9 A AEVSF/ FACAPE disponibilizará para os candidatos que assim desejarem, terminais de computadores para a efetivação da inscrição.

9. DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

9.1 Somente haverá isenção do pagamento da taxa de inscrição para os candidatos nas condições previstas na Lei Municipal nº 1.741, de 18 de novembro de 2005 e, tomando-se por base os critérios adotados no âmbito do Poder Executivo Federal, será concedida isenção do pagamento da taxa de inscrição apenas para o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, de que trata o Decreto n. 6.135, de 26/6/2007 e for membro de família de baixa renda.

9.2 Para solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição primeiramente o candidato deverá cumprir todos os procedimentos descritos da inscritos nos itens 8.1 e 8.2 deste Edital. Ao imprimir o boleto bancário, deverá anexá-lo ao requerimento de isenção da taxa de inscrição, no qual deverá preencher todos os dados e juntar os demais documentos que forem solicitados. O requerimento deverá ser encaminhado para a FACAPE, situada no Campus Universitário, s/n, Vila Eduardo, aos Cuidados da Comissão do Concurso, observando rigorosamente os prazos previstos neste edital.

9.3 Não serão analisados os pedidos de isenção sem indicação do número do NIS e, ainda, aqueles que não contenham informações suficientes para a correta identificação do candidato na base de dados do Órgão Gestor do CadÚnico.

9.4 Cada pedido de isenção será analisado e julgado pela comissão organizadora do concurso após as devidas consultas ao gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato.

9.5 A relação dos pedidos de isenção deferidos e indeferidos será divulgada de acordo com os prazos previstos neste Edital para cada cargo, no endereço eletrônico www.facape.br.

9.6 O interessado que tiver seu pedido de isenção indeferido deverá observar os prazos previstos neste Edital para contestar. Após essa data não serão aceitos pedidos de revisão. Havendo contestação, a comissão responderá individualmente ou por meio de publicação no site www.facape.br.

9.7 Os candidatos que tiverem seus pedidos de isenção indeferidos deverão acessar o site www.facape.br, imprimir seu boleto bancário e efetuar o pagamento para concluir sua inscrição.

9.8 O interessado que não tiver seu pedido de isenção deferido e que não efetuar o pagamento da taxa de inscrição na forma e nos prazos estabelecidos neste Edital estará automaticamente excluído do concurso.

9.9 Sob nenhuma hipótese haverá concessão de isenção da taxa de inscrição ao candidato que:

a) Omitir informação e /ou torná-las inverídicas.

b) Fraudar e /ou falsificar documentação.

c) Não observar a forma, os prazos e os horários estabelecidos deste edital.

d) Apresentar seu requerimento de isenção já tendo efetuado o pagamento da taxa de inscrição.

9.10 As informações prestadas no requerimento de isenção serão de inteira responsabilidade do candidato, podendo responder na forma da lei pela falsidade das informações.

10. DO CALENDÁRIO DE EVENTOS

CALENDÁRIO DE EVENTOS PARA OS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO E SUPERIOR DA FACAPE (sujeito a alterações)

OBSERVAR SEMPRE O HORÁRIO LOCAL DE PETROLINA

DATA

HORA

EVENTO

20/01/2012

20 h

Início do período de inscrições. Nos terminais fixos: nos dias úteis, das 9 h às 12 h, das 15 h às 18 h e das 19 h às 21 h. Internet: a partir das 8 h pelo site www.facape.br.

27/01/2012

das 8 às 12 e das 15 às 18 h

Prazo final para solicitação de isenção da taxa de inscrição. Local: Sala de concursos da FACAPE.

31/01/2012

18 h

Divulgação dos candidatos que tiveram pedido de isenção da taxa deferido ou indeferido.

06/02/2012

das 8 às 12 e das 15 às 18 h

Prazo para contestação do indeferimento do pedido de isenção da taxa de inscrição.

10/02/2012

18 h

Divulgação da lista final dos candidatos que tiveram pedido de isenção de taxa deferido ou indeferido.

23/02/2012

20 h

Encerramento das inscrições.

24/02/2012

das 8 às 12 h e das 15 às 20 h

Data limite para entrega dos Laudos Médicos dos candidatos deficientes físicos e para que os candidatos que necessitem de atendimento diferenciado (por motivo de doença ou amamentação etc.), protocolem requerimento solicitando atendimento especial. Local: Sala de concursos da FACAPE.

24/02/2012

 

Prazo máximo para pagamento da taxa de inscrição. Horário de atendimento bancário ou até 20 h na tesouraria da FACAPE.

01/03/2012

a partir das 20 h

Liberação dos cartões de inscrição (somente pela internet: www.facape.br)

04/03/2012

das 8 às 12 h 45 min

Realização das provas objetivas - 1ª etapa e redação - 2ª etapa.

Abertura dos portões 7 h. fechamento dos portões 8 h. (OBSERVAR SEMPRE O HORÁRIO LOCAL DE PETROLINA)

04/03/2012

15 h

Divulgação do gabarito preliminar e das provas objetivas (pela internet: www.facape.br). Início do prazo de 72 horas para interposição de recursos

quanto às provas e gabarito preliminar.

07/03/2012

18 h

Encerramento do prazo para interposição de recursos das provas objetivas.

12/03/2012

21:00 h

Divulgação do resultado dos recursos e do gabarito definitivo das provas objetivas.

12/03/2012

21:00 h

Divulgação do resultado final da 1ª etapa - provas objetivas.

19/03/2012

21:00 h

Divulgação do resultado final: 1ª etapa + 2ª etapa.

A PARTIR DE 19/03/2012

 

Previsão para realização da 3ª etapa para os cargos de Técnico Manutenção em Informática e Programador.

A PARTIR DE 19/03/2012

 

Previsão para divulgação do resultado final para os cargos de Técnico Manutenção em Informática e Programador.

11. DOS RECURSOS

11.1 O candidato que desejar interpor recurso quanto às provas objetivas e gabaritos preliminares, poderá fazê-lo observando os prazos estabelecidos neste edital.

11.2 Os recursos poderão ser apresentados pessoalmente, por via postal ou por e-mail, observando-se modelo constante no anexo deste edital sendo um recurso para cada questão recorrida. Deverão ser endereçados à presidência da comissão do concurso no Campus Universitário, s/n, Vila Eduardo, Petrolina-PE, ou por e-mail a ser informado quando da divulgação do resultado preliminar.

11.3 Os recursos inconsistentes, em instrumento diferente do exigido e/ou sem atender às demais especificações ou ainda interpostos fora do prazo serão indeferidos.

11.4 Não haverá recurso quanto ao resultado atribuído para as redações ou para a prova prática dos cargos de Técnico Manutenção em Informática e Programador.

11.5 O recurso interposto será analisado e respondido exclusivamente pela Comissão do concurso e publicado o resultado no site da FACAPE (www.facape.br).

11.6 Se, da análise do recurso, resultar anulação de questão(ões), a pontuação correspondente à(s) questão(ões) será(ão) atribuída(s) a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

11.7 Se houver alteração do gabarito oficial divulgado, por força de impugnações, a(s) prova(s) será(ão) corrigida(s) de acordo com o gabarito oficial definitivo.

12. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

12.1 Os candidatos deverão se apresentar no local da prova com antecedência de 1(uma) hora, a fim de conferir o local e a sala designados no CARTÃO DE INSCRIÇÃO.

12.2 Os candidatos deverão estar munidos de documento de identificação pessoal oficial com foto (original ou cópia autenticada), do Cartão de Inscrição e de caneta esferográfica azul ou preta com tubo transparente, podendo ainda portar lápis e borracha.

12.3 Por medidas de segurança, a critério da comissão organizadora, poderá haver filmagem e fotografia individual dos candidatos em sala de aula de modo que se possa ter mais uma forma de fazer sua identificação.

12.4 As fotografias e filmagens individuais dos candidatos não serão usadas para fins publicitários e servirão para compor os arquivos de identificação dos candidatos. Todos os candidatos ficam cientes da obrigatoriedade de serem submetidos à filmagem e fotografia de segurança e que a recusa implicará em sua eliminação do concurso.

12.5 Não será permitida a realização da prova pelo candidato que não apresentar qualquer documento oficial de identificação com foto.

12.6 São considerados documentos de identidade: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Públicas, pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Polícia Militar; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por Lei Federal, valem como documento de identidade como, por exemplo, as Carteiras do CREA, OAB, CRC, CRM etc.; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei nº 9.503/1997).

12.7 Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitirem, com clareza, a identificação do Candidato e deverão conter, obrigatoriamente, filiação, fotografia, data de nascimento e órgão expedidor.

12.8 Não haverá indicação de bibliografia nem segunda chamada ou repetição de prova.

12.9 Não será permitida, durante a realização das provas, comunicação entre os candidatos nem a utilização ou porte de máquinas calculadoras ou similares, agendas eletrônicas, livros, anotações, impressos, computadores, como também o uso de aparelhos eletrônicos (BIP, telefone celular - mesmo eu desligado ou sem bateria -, walkman, gravador, MP3 ou similar, dentre outros). As provas serão realizadas sem consulta a qualquer material. O uso de aparelhos eletrônicos ou material de consulta fica condicionado ao estabelecido por ato específico pela comissão organizadora.

12.10 O candidato somente poderá sair temporariamente da sala de aula onde está realizando a prova uma hora após o início das provas e acompanhado de fiscal designado pela comissão organizadora.

12.11 Acarretará a imediata eliminação do candidato do concurso, sem prejuízo das sanções penais cabíveis a burla ou tentativa de burla a qualquer das normas para a realização das provas definidas neste edital ou em outros comunicados relativos ao presente concurso, bem como o tratamento incorreto ou descortês a qualquer pessoa envolvida na aplicação das provas ou o não atendimento às solicitações feitas pelos fiscais de sala que visem resguardar a segurança e a lisura do concurso.

12.12 O candidato que ultrapassar o tempo limite estabelecido para a prova será automaticamente eliminado do concurso.

12.13 O candidato que necessitar de atendimento especial para a realização das provas (por motivo de doença ou necessidade de amamentar etc), deverá encaminhar requerimento indicando as condições de que necessita para a realização das provas, observando o prazo estabelecido neste edital. A candidata que necessitar amamentar durante a realização da prova, deverá levar acompanhante, o qual ficará em sala reservada para esta finalidade, e será responsável pela guarda da criança. Não será concedida compensação de tempo para a realização das provas. Os requerimentos deverão ser entregues na sala de concursos da FACAPE.

12.14 É de exclusiva responsabilidade do candidato tomar conhecimento das datas, locais, horários e procedimentos pertinentes ao Concurso Público objeto deste Edital e de suas alterações posteriores.

12.15 O candidato será responsável pelo preenchimento, exatidão e atualização, junto a AEVASF/FACAPE, dos dados constantes na sua Ficha de Inscrição, durante a realização do concurso e, após a homologação do resultado final, por manter atualizado seu endereço residencial bem como o contato telefônico perante o departamento de pessoal da FACAPE.

12.16 Os candidatos que estiverem classificados acima do número de vagas, passam a compor cadastro de reserva, que será aproveitado conforme a necessidade e conveniência da autarquia, observando-se o prazo de validade do concurso.

12.17 A verificação, em qualquer época, de declaração ou de apresentação de documentos falsos ou a prática de atos dolosos pelo candidato, importará na anulação de sua inscrição e de todos os atos dela decorrentes, sem prejuízo de outros procedimentos legais.

12.18 As disposições deste Edital poderão ser alteradas ou complementadas através da publicação de Edital correspondente, sendo de inteira responsabilidade do candidato o seu acompanhamento.

12.19 Após a publicação da classificação final, o resultado do concurso será homologado por ato do Presidente da Autarquia Educacional do Vale do São Francisco com publicação nos meios oficiais que o município dispõe.

12.20 Todos os documentos relacionados ao concurso apresentados pelos candidatos ou gerados pela administração, tais como registros fotográfico ou audiovisual, provas, cartões de respostas, fichas de inscrições, comprovantes dos critérios de desempate dentre outros, permanecerão arquivados pelo prazo mínimo de 10 (dez) anos, em função do prazo decadencial para desfazimento dos atos administrativos correlatos.

12.21 A validade do Concurso Público objeto deste Edital será de 02 (dois) anos, contados a partir da publicação da homologação do resultado final, podendo, a critério da autarquia, ser prorrogado uma vez por igual período.

12.22 Quando da convocação dos candidatos para posse será emitido ato específico com todas as normas a serem observadas pelos candidatos convocados.

12.23 Os casos omissos e as dúvidas que surgirem na interpretação deste Edital serão apreciados e resolvidos pela Comissão do Concurso Público.

Petrolina/PE, 19 de janeiro de 2012.

Profº. Me. RINALDO REMIGIO MENDES
Presidente da AEVSF

ANEXO I - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Português (PARA TODOS OS CARGOS)

Leitura, compreensão e análise de textos literários e/ou informativos, verbais e não-verbais: quadrinhos, tiras, outdoors, propagandas, anúncios e outros; Mecanismos de produção de sentido nos textos: polissemia, ironia, comparação, ambiguidade, citação, inferência, pressuposto/subentendido, coesão, coerência, intertextualidade e intencionalidade; Funcionalidade e características dos gêneros textuais oficiais/comerciais: ofício, memorando, correio eletrônico, carta comercial, aviso e relatório; Fenômenos semântico-pragmáticos: sinonímia, antonímia, paronímia, homonímia, polissemia; Pontuação e Acentuação gráfica; Sistema ortográfico vigente no Brasil e Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa; Aspectos da Morfologia e da Sintaxe da Língua Portuguesa; A função das palavras "que" e "se"; Estrutura do parágrafo argumentativo.

Direito Administrativo (PARA OS CARGOS DE AUXILIAR ADMINISTRATIVO, ADMINISTRADOR, CONTADOR)

Organização Administrativa. Administração Direta. Administração Indireta. Entidades Políticas e Administrativas: classificação (estatais, e paraestatais). Princípios Básicos da Administração Pública. Poderes Administrativos: hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. Atos Administrativos: conceitos, atributos e elementos. Atos Administrativos vinculados e atos administrativos discricionários. Invalidação dos atos administrativos: revogação e anulação. Processo de Licitação: conceitos, princípios, finalidades, modalidades, tipos (Lei n° 8.666/93). Dispensa e inexigibilidade de licitação: conceitos e hipóteses. Contratos administrativos: conceitos, princípios, aspectos gerais, cláusulas necessárias, formalização, execução, alterações, dissolução e extinção. Regime Jurídico dos Servidores (Lei n. 8.112/90; Lei municipal 301/1991). Pregão (Lei n. 10.520/2002). Improbidade Administrativa (Lei n° 8.429/92).

Direito Constitucional (PARA OS CARGOS DE AUXILIAR ADMINISTRATIVO, ADMINISTRADOR, CONTADOR)

Princípios fundamentais. Direitos e garantias fundamentais: direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, nacionalidade e direitos políticos. Administração Pública: disposições gerais, dos servidores públicos. Poder Legislativo: Congresso Nacional, fiscalização contábil, financeira e orçamentária. Educação, cultura e desporto.

Matemática (PARA O CARGO DE AUXILIAR ADMINISTRATIVO)

Raciocínio lógico. Resolução de problemas envolvendo números inteiros e racionais. Múltiplos e Divisores: mdc e mmc. Equação do 1° grau: sistema de equações do 1° grau, problemas do 1° grau. Números proporcionais: razão, proporção, grandezas direta e inversamente proporcionais, divisão proporcional, regra de três simples e composta; Porcentagem: cálculo de porcentagem, taxa de inflação, taxa real e taxa aparente; Juros Simples: taxas proporcionais e equivalentes, cálculo de juros simples; Juros Compostos: cálculo de juros compostos, taxa nominal, taxa efetiva, taxas equivalentes. Sistema de medidas: unidades de comprimento, unidades de capacidade, unidades de massa, unidades de superfície, unidades de volume, unidades de tempo.

Informática (PARA OS CARGOS DE AUXILIAR ADMINISTRATIVO, BIBLIOTECÁRIO, SECRETÁRIO GERAL)

Conceito e exemplos de hardware e software. Sistemas Operacionais: Windows e Linux.

Processadores de texto: Word e BrOffice.org Writer. Planilhas eletrônicas: Excel e BrOffice.org Calc. Conceitos e utilização de temas relacionados à internet: redes sociais, blog, e-mail, intranet, Protocolos Web. Navegador Internet.

Manutenção de computadores (PARA O CARGO TÉCNICO MANUTENÇÃO EM INFORMÁTICA)

Conhecimentos avançados dos sistemas operacionais "Windows 200x" e "GNU/Linux"; Softwares Antivirus; Aplicativos para Backup; Protocolos de redes; Configuração de hardware (servidores, estações de trabalho e impressoras); Técnicas de detecção e solução de problemas de hardware e software; Eletricidade básica; Tipos de materiais eletrônicos; Tipos de hardware (vídeo, CPU, periféricos).

Controladoria (PARA OS CARGOS DE ADMINISTRADOR E CONTADOR)

ANÁLISE DE PROJETOS: Estudo de mercado. Análise e projeções de demanda e oferta. Tendências de preços. Dimensionamento e localização. Economicidade e escala de produção. Tecnologia. Padrão de concorrência. Previsões de receitas e custos. Depreciação, Amortização e Exaustão; Avaliação e Mensuração de Ativos e Passivos em Entidades do Setor Público. Projeção de lucros e perdas. Ponto de nivelamento. Investimentos fixos. Projeção de capital de giro. Cronograma financeiro. Esquema de financiamento dos investimentos. Projeção de fluxo de caixa. Critérios de avaliação de investimentos. Taxas de desconto e fator de risco. Contabilidade de Custos: Sistemas de custos, terminologia aplicada à Contabilidade de Custos. Classificação de custos; custos diretos, indiretos, fixos e variáveis. Distinção entre custos e despesas. Análise de custos e benefícios sociais. Conceitos básicos de contabilidade e matemática financeira. Capitalização simples e composta, valor presente e taxa interna de retorno, equivalência de fluxo de caixa, precificação e avaliação de ativos financeiros, modelagem de estrutura a termo de taxa de juros, "duration", noções de administração de risco de mercado (VaR) e de derivativos. Análise de projetos estruturados (Project Finance): análise de viabilidade do projeto, arranjos de garantia, estrutura jurídica e plano de financiamento. POLÍTICAS PÚBLICAS: Processo de Formulação e Desenvolvimento de Políticas: construção de agendas, formulação de políticas, implementação de políticas. As Políticas públicas no Estado brasileiro contemporâneo. Descentralização e democracia. Participação, atores sociais e controle social. Gestão local, cidadania e equidade social. Planejamento e Avaliação nas Políticas Públicas - Conceitos básicos de planejamento. Aspectos administrativos, técnicos, econômicos e financeiros. Formulação de programas e projetos: diagnóstico, árvore de problemas, árvore de objetivos, matriz de planejamento, objetivos, metas e impactos. Avaliação de programas e projetos. Tipos de Avaliação. Análise custo-benefício e análise custo-efetividade. ORÇAMENTO PÚBLICO: conceito, princípios orçamentários e características do orçamento tradicional, do orçamento de base zero, do orçamento de desempenho e do orçamento-programa. Orçamento segundo a Constituição de 1988: Plano Plurianual - PPA, Lei de Diretrizes Orçamentárias e Financeiras - LDO e Lei Orçamentária Anual - LOA. Metodologia de planejamento das ações de governo no PPA: Diretrizes Estratégicas, Macro Objetivos, Programa, Ação. Modelos de Gestão. Etapas do processo orçamentário. Classificação e conceituação da receita orçamentária brasileira. Classificação e conceituação da despesa orçamentária brasileira. Classificação econômica da Receita e da Despesa pública. Conceito e estágios da Receita e da Despesa pública. Execução da receita e da despesa orçamentária.

Administração e Finanças Públicas (PARA OS CARGOS DE ADMINISTRADOR E CONTADOR)

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: Estado, Conceito e evolução do Estado moderno. Conceitos fundamentais do Direito Público e o funcionamento do Estado. Estado, governo e aparelho de Estado. Estado unitário e Estado federativo. Relações entre esferas de governo e regime federativo. Formas de administração pública: Patrimonialista, burocrática, gerencial. Evolução da Administração Pública no Brasil: reformas Administrativas: dimensões estruturais, principais características. Sistemas de governo. Governabilidade e governança. Intermediação de interesses (clientelismo, corporativismo e neocorporativismo). Excelência nos serviços públicos. Gestão por resultados na produção de serviços públicos. Gestão de Redes Organizacionais. Mudanças institucionais: conselhos, organizações sociais, organização social de interesse público (OSCIP), agência reguladora, agência executiva. Accountability. Demonstrações Contábeis. Consolidação das Demonstrações Contábeis. Controle Interno. Plano de Contas Aplicado ao Setor Público: conceito, diretrizes, sistema contábil, registro contábil, composição do patrimônio público, conta contábil, estrutura básica. Balanços financeiro, patrimonial, orçamentário e demonstrativo das variações, de acordo com a Lei 4.320/64. FINANÇAS PÚBLICAS: Conceitos básicos - Teoria das Finanças Públicas: As falhas de mercado. Objetivos da política fiscal. Visão clássica das funções do Estado, evolução das funções do Governo. Finanças Públicas no Brasil: de 1970 à fase de estabilização. A Dinâmica da Dívida Pública e o caso Brasileiro. Déficit e dívida pública. A condição de equilíbrio da relação dívida pública/PIB. Federalismo fiscal. O Sistema Federativo e o Fenômeno da descentralização. Fundamentos teóricos. Evolução de receita disponível. Controle de endividamento. A Economia do Ajuste Fiscal: a teoria do ciclo político. Impasse distributivo e paralisia fiscal. O Estado Regulador. Bens públicos, semi-públicos ou meritórios e privados. Instrumentos e recursos da economia pública (política fiscal, regulatória, cambial e monetária). Classificação das Receitas e Despesas Públicas segundo finalidade, natureza e agente. Hipóteses teóricas do crescimento das despesas públicas. O ótimo das dimensões do Governo. O financiamento dos gastos públicos - tributação e eqüidade. Incidência tributária. Os princípios teóricos da tributação: tipos de impostos; progressividade, regressividade e neutralidade. Estrutura e dimensão do setor público brasileiro. Equilíbrio orçamentário. Conceitos de déficit público, financiamento do déficit. Economia da Dívida Pública. Privatização: experiência brasileira e internacional. RESPONSABILIDADE FISCAL: Lei Complementar n° 101, de 04 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF): principais conceitos, integração entre o Planejamento e o Orçamento Público, transferências e destinações de recursos públicos, endividamento público, gestão patrimonial, medidas de transparência e controle da gestão pública. Estrutura programática adotada a partir da Portaria 42/1999. Manual Técnico de Demonstrativos Fiscais - Portaria n° 577/08 da Secretaria do Tesouro Nacional - STN: elaboração do Relatório de Gestão Fiscal; Elaboração do Relatório Resumido da Execução Orçamentária; Elaboração do Anexo de Metas Fiscais e de Riscos Fiscais. Resultado Nominal, Resultado Primário, Receita Corrente Líquida, Alienação de Bens, Operações de Crédito. Limites para despesas de pessoal. Limites para dívida. Regra de ouro. Mecanismos de transparência fiscal. Lei Federal n° 10.028/2000.

Gestão de Pessoas (PARA O CARGO DE ADMINISTRADOR)

GESTÃO DE PESSOAS: Teorias da motivação. Motivação e recompensas intrínsecas e extrínsecas. Motivação e contrato psicológico. Comportamento grupal e intergrupal. Processo de desenvolvimento de grupos. Administração de conflitos. Liderança e poder. Teorias da liderança. Gestão de equipes. Gestão participativa. Desenvolvimento Organizacional. Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. Qualidade de Vida no trabalho. Clima organizacional. Cultura organizacional. Gestão Estratégica de Pessoas. Conceito e tipologia de competências. Gestão de Pessoas por Competências. Competência como elo entre indivíduo e organização. Modelo Integrado de Gestão por Competências. Identificação e priorização de competências importantes para o negócio. Mapeamento de perfis profissionais por competências. Possibilidades e limites da gestão de pessoas no setor público. Gestão do desempenho. COMUNICAÇÃO NA GESTÃO PÚBLICA: Comunicação na gestão pública, Comunicação interpessoal. Barreiras à comunicação, Comunicação formal e informal na organização. APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL: Educação Corporativa: conceitos, princípios, práticas e tendências. Gestão do Conhecimento. O trabalhador do conhecimento. Aprendizagem individual e aprendizagem organizacional. Estratégias para estimular a gestão do autodesenvolvimento e a aprendizagem organizacional. Tecnologia de informação e comunicação aplicadas à aprendizagem. Educação Continuada e Educação a distância. Ética profissional do Administrador.

Contabilidade (PARA O CARGO DE CONTADOR)

CONTABILIDADE GERAL: Conceito, objeto, objetivo, campos de aplicação, finalidade e usuários da contabilidade. Postulados, princípios fundamentais e convenções contábeis. Princípios e normas contábeis brasileiras emanadas pelo CFC - Conselho Federal de Contabilidade. Patrimônio: conceito contábil e componente patrimoniais; aspectos do patrimônio; ativo, passivo e situação patrimonial líquida; origens e aplicações de recursos; patrimônio líquido; conceitos de capital e diferença entre capital e patrimônio; fatos contábeis e suas variações; forma e critérios de avaliação e evidenciação do patrimônio. Escrituração: conceito, classificação, funções, funcionamento e teoria das contas contábeis; conceito e composição do plano de contas; livros de escrituração; métodos de escrituração; fórmulas de escrituração, componentes e formas de apuração do resultado. Contingências: tipos, provisões e reservas. Regimes de Caixa e de Competência. Demonstrações Contábeis e Financeiras - conceitos, finalidades, estruturas, elaboração e divulgação de acordo com a Lei 6404/76 e demais alterações; métodos e procedimentos de análises; principais aplicações da análise das Demonstrações Contábeis: Análise de liquidez: análise do fluxo de caixa, análise do ciclo operacional e análise do ciclo financeiro. Indicadores. Análise da estrutura de capital e da solvência. Indicadores e medidas de solvência. Análise horizontal e vertical. Inventários: conceitos, finalidade, tipos e critérios para elaboração. Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC. Ganhos ou Perdas de Capital: conceito, alienação de bem do ativo imobilizado, alienação de investimentos avaliados pelo método de custo e pelo método de equivalência patrimonial, cálculo e contabilização. Concentração e Extinção de Sociedades: aspectos legais, incorporação, fusão, cisão, transformação dissolução, liquidação e extinção. Contabilização. Consolidação de Demonstrações Contábeis: objetivo, obrigatoriedade, conceitos, técnicas de consolidação, geração dos demonstrativos consolidados. Ética profissional do Contador. CONTABILIDADE PÚBLICA: Contabilidade Aplicada ao Setor Público: Princípios fundamentais de contabilidade sob a perspectiva do setor público (aprovados pelo Conselho Federal de Contabilidade, Resolução CFC 1.111/2007). Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público - NBC TSP 16.1 a 16.10, do Conselho Federal de Contabilidade: Conceituação, Objeto e Campo de Aplicação; Patrimônio e Sistemas Contábeis; Planejamento e seus Instrumentos sob o Enfoque Contábil; Transações no Setor Público; Registro Contábil, Demonstrações Contábeis; Consolidação das Demonstrações Contábeis; Balanços financeiro, patrimonial, orçamentário e demonstrativo das variações, de acordo com a Lei 4.320/64. Conceituação, classificação e estágios da receita e despesa públicas. Dívida ativa. Regime de adiantamento (suprimento de fundo). Restos a pagar. Despesas de exercícios anteriores. Dívida pública. Créditos adicionais. Descentralização de créditos. Lei 4.320/64. Decreto 93.872/86. Lei Complementar 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal). AUDITORIA: Normas brasileiras e internacionais para o exercício da auditoria interna: independência, competência profissional, âmbito do trabalho, execução do trabalho e administração do órgão de auditoria interna. Auditoria no setor público federal: finalidades e objetivos; abrangência de atuação; formas e tipos; normas relativas à execução dos trabalhos; normas relativas à opinião do auditor; relatórios e pareceres de auditoria; operacionalidade. Objetivos, técnicas, procedimentos e planejamento dos trabalhos de auditoria; programas de auditoria; papéis de trabalho; testes de auditoria; amostragens estatísticas em auditoria; eventos ou transações subsequentes; revisão analítica; entrevista; conferência de cálculo; confirmação; interpretação das informações; observação; procedimentos de auditoria em áreas específicas das demonstrações contábeis.

Conhecimentos específicos (PARA O CARGO DE BIBLIOTECÁRIO)

Fundamentos sócio-culturais da Biblioteconomia e da Ciência da informação: Biblioteca e sociedade, Informação, tecnologia e cultura, Livro, leitores, leitura, A formação profissional do bibliotecário. Formação e manutenção de acervos (o ciclo da informação): desenvolvimento de coleções, organização de memória documentária, comunicação técnica científica. Representação documentária: análise documentária, representação documentária, linguagem documentaria, normalização e formatos bibliográficos. Administração de sistemas de documentação e de informação: Sistemas e fontes de informação, avaliação de sistemas de informação, gestão e uso de bases digitalizadas. Ética profissional.

Programação de computadores (PARA O CARGO DE PROGRAMADOR)

Ambiente de programação: Eclipse. Linguagem de programação : Java. Framework: a. Struts, b. DWR (Direct Web Remoting). Banco de Dados: Firebird. Linguagem de Administração de Banco de Dados: SQL (DDL, DML, QL). Recursos para programação Web: a. HTML (HyperText Markup Language), b. JSP (JavaServer Pages), c. JavaScript, d. CSS (Cascading Style Sheets). Gerador de Relatório : IReport.

Conhecimentos Específicos (PARA O CARGO DE SECRETÁRIO GERAL)

Origem e evolução do profissional de Secretariado. Histórico e legislação da Profissão de secretariado no Brasil. Redação Oficial. Ética Profissional. Código de Ética do Profissional de Secretariado. Agenda. Administração do tempo. Preparação e organização de reuniões e viagens. Comunicação e Relações Interpessoais nas organizações. Perfil Secretarial. Moderna Administração. Processo Administrativo. Funções administrativas. As Organizações. Níveis Organizacionais. Motivação e Liderança nas Organizações. Habilidades técnicas, humanas e conceituais. empreendedorismo. Gestão de Documentação. Gestão de arquivos: impressos e eletrônicos. Atendimento Telefônico. Cerimonial. Etiqueta pessoal e profissional.

ANEXO II - DESCRIÇÃO SINTÉTICA DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

Auxiliar Administrativo

Executar ou auxiliar na execução das tarefas rotineiras de apoio administrativo às chefias em questões técnico administrativas que envolvem diferentes graus de complexidade e que apresentem relativa margem de autonomia, envolvendo em algumas situações coordenação e supervisão, bem como auxiliar os dirigentes municipais em atividades de planejamento, organização, coordenação e controle de tarefas burocráticas concernentes à administração da Autarquia. Executar outras atividades correlatas.

Técnico Manutenção em Informática

Manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de informática; Identificação das arquiteturas de rede e análise dos meios físicos, dispositivos e padrões de comunicação. Avaliação da necessidade de substituição ou mesmo atualização tecnológica dos componentes de redes. Instalação, configuração e desinstalação de programas básicos, utilitários e aplicativos. Realização de procedimentos de recuperação de dados.

Administrador

Executar atividades especializadas que envolvam a aplicação de conhecimentos e de técnicas inerentes à Administração, tais como: gestão de recursos humanos; estruturação organizacional; planejamento, orçamento e controle; gestão e avaliação de desempenho; negociação e relacionamento com o público; estruturação e racionalização de processos; comercialização e marketing; logística e suprimentos.

Bibliotecário

Organizar, dirigir e executar serviços de seleção, classificação, registros, guarda e conservação de documentos, livros, mapas e publicações pertencentes ao acervo bibliográfico. Disponibilizar informações, gerenciar centros de documentação, de informação e correlatos, além de sistemas de informação. Tratar tecnicamente e desenvolver recursos informacionais, disseminar informação com o objetivo de facilitar o acesso e geração de conhecimento. Desenvolver estudos e pesquisas, promover difusão cultural, desenvolver ações educativas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Contador

Planejar, coordenar e executar os trabalhos de análise, registro e perícias contábeis, estabelecendo princípios, normas e procedimentos, obedecendo às determinações de controle externo, para permitir a administração dos recursos patrimoniais e financeiros da Prefeitura. Executar outras atividades correlatas.

Programador

Desenvolver e executar programas e sistemas de informática.

Secretário geral

Desenvolver atividades relacionadas à elaboração de relatórios, organização de cerimoniais e eventos, assessoria da direção, controle de documentos oficiais e correspondências, coordenação de equipes e atividades, atendimento ao público, assessoramento nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

ANEXO III - REQUERIMENTO DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO

À Comissão do Concurso

Nome do candidato: _________________________________________

Protocolo

____/____/____

Endereço: _________________________________________________________
_________________________________________________________

N° telefone: _______________________________________________

Assinatura
________________________________

e-mail: ___________________________________________________

N° de Inscrição: _________________________________________________________

Como candidato ao concurso público para ______________________________________, venho requerer, nos termos do Edital, isenção do pagamento da taxa de inscrição., para tanto, anexo os seguintes documentos e informações:

N° do NIS _________________________________

Documentos:

( ) Comprovante de inscrição no concurso (boleto bancário)

( ) Cópia de RG e CPF

( ) Cópia do cartão de Bolsa Família

( ) Cópia de conta de energia em caso de estar amparado pela Lei 12212/2010

( ) Comprovante do BPC - Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social.

Nestes termos Pede deferimento

Petrolina, _____________ de __________________ de 2012.

__________________________________________
Assinatura do Candidato

ANEXO IV - FORMULÁRIO DE RECURSO

Nome do candidato: _________________________________________ Protocolo

____/____/____

Endereço: _________________________________________________________
_________________________________________________________
N° telefone: _______________________________________________
Assinatura
________________________________
e-mail: ___________________________________________________
N° de Inscrição: _________________________________________________________
Nº da questão recorrida: _________________________________________________________

Como candidato ao concurso público para ______________________________________ ,venho requerer, nos termos do Edital, ___________________________________________________ , da questão n° _____________ da prova __________________________ , conforme as razões que passo a expor:

PROVA: N° DA QUESTÃO:
ARGUMENTAÇÃO (Citar o que o candidato requer: alteração do gabarito, anulação da questão. Com toda a argumentação lógica para embasar o requerimento, inclusive, fontes bibliográficas. Se for o caso, juntar cópias de livros, textos, jornais etc, para reforçar a argumentação.
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

Petrolina, _____________ de __________________ de 2012.

__________________________________________
Assinatura do Candidato

ANEXO V - REQUERIMENTO REGIME ESPECIAL

(MODELO)

Ilmo Sr. Presidente da Comissão do concurso, eu ____________________________________________ , documento de identidade n° _______________ , órgão expedidor _______, residente _____________________________ , n° ________ , bairro _____________________________ , cidade ________________________________, telefone n° ________________ , inscrito no concurso público para o cargo de __________________________________ , com o Número de Inscrição ___________________________ , venho requerer as seguintes condições especiais para a realização de minhas provas: (citar os motivos: deficiência física, amamentação, gravidez, problema de saúde etc, e descrever as necessidades. No caso de necessidade de amamentação levar acompanhante para a criança).

Petrolina, _____________ de __________________ de 2012.

__________________________________________
Assinatura do Candidato

 

FONTE: PCI CONCURSOS